fbpx

Nova legislação sobre produtos de poliuretano

Os diisocianatos são componentes chave dos poliuretanos e ingredientes cruciais que tornam as nossas vidas mais fáceis, mais confortáveis e sustentáveis ao proporcionar isolamento térmico e acústico.

Novas regras da UE sobre saúde e segurança dos trabalhadores incluem uma nova legislação sobre produtos de poliuretano. Será exigido um certificado de formação obrigatório para os utilizadores industriais e profissionais de diisocianatos contendo mais de 0,1% de diisocianatos monoméricos na Europa.

Para garantir que todos os trabalhadores da UE possam continuar a lidar com diisocianatos em segurança, serão obrigatórios requisitos de formação segundo o Regulamento REACH da UE a partir de 24 de Agosto de 2023.

Na Quilosa iremos mantê-lo informado para que os vossos clientes e utilizadores saibam como agir para cumprirem a legislação sobre produtos de Poliuretano.

Vamos continuar a utilizar diisocianatos com segurança. Se tiver alguma dúvida, não hesite em contactar-nos.

O que são os diisocianatos?

Existem muitos tipos de diisocianatos, os mais importantes são: diisocianatos aromáticos incluindo diisocianato de metileno difenil (MDI) e diisocianato de tolueno (TDI); e diisocianato de hexametileno (HDI), diisocianato de metileno diciclohexil ou diisocianato de metileno hidrogenado (HMDI) e diisocianato de isoforona (IPDI), que são isocianatos alifáticos. Juntamente com os polióis, por exemplo cadeias de alcóxidos, estes químicos formam os blocos de construção do poliuretano.

O poliuretano é efectivamente derivado da reacção química entre diisocianatos e polióis; quando misturados, polimerizam. Os poliuretanos não existiriam sem diisocianatos e polióis.

Aplicações do diisocianato

Os poliuretanos são versáteis, modernos e seguros. São utilizados numa vasta gama de aplicações para criar uma variedade de produtos industriais e de consumo que desempenham um papel crucial para tornar as nossas vidas mais cómodas, confortáveis e sustentáveis.

Seja na forma rígida ou flexível, em elastómeros, ligantes ou materiais de revestimento, o poliuretano tem múltiplas utilizações e aplicações. Graças à sua versatilidade e propriedades únicas, a lista de aplicações continua a crescer com aplicações novas e inovadoras a chegar ao mercado a toda a hora.

O poliuretano é um produto do futuro. Desempenha um papel central na evolução das nossas necessidades, permitindo-nos fazer coisas que há uma geração atrás teriam parecido impossíveis.

Para que o poliuretano cumpra as normas de qualidade e especificações técnicas do produto, podem ser adicionados pigmentos e aditivos para assegurar a formulação exacta do produto, quer se trate de espuma, colas, elastómeros ou selantes e revestimentos. A gama de densidades possíveis é infinita. Uma vez que a molécula é adaptada para fornecer diferentes propriedades, a espuma de poliuretano pode exibir diferentes níveis de rigidez ou flexibilidade.

Por exemplo, um sofá confortável requer a utilização de dióxido de carbono como agente de expansão para a produção de espuma macia. Em espumas rígidas, um gás como o pentano está “preso” nas células fechadas da espuma, optimizando a sua capacidade isolante.

Além disso, a durabilidade, resistência à corrosão e resistência às intempéries dos poliuretanos tornam-nos adequados para revestir todos os tipos de superfícies. O poliuretano também pode ser utilizado para unir com segurança muitos materiais diferentes, tais como madeira, borracha, cartão ou vidro.

Por exemplo, os adesivos de poliuretano permitem a reutilização de pneus de veículos em parques infantis, campos desportivos ou superfícies de estádios desportivos após terem sido recolhidos e triturados. Os revestimentos de poliuretano podem proteger ainda mais os substratos contra a corrosão e as intempéries, aumentando significativamente a sua durabilidade e poupando recursos.

Outras aplicações dos diisocianatos incluem materiais compactos altamente duráveis como o poliuretano termoplástico (TPU) e elastómeros. Tais materiais são amplamente utilizados para uma variedade de aplicações, incluindo rodas, botas de esqui e couro artificial.

Fontes:
https://feica.eu/
https://safeusediisocyanates.eu/

Notícias relacionadas