fbpx

Apostar na construção sustentável em reformas é apostar na solução mais eficaz

Tem que lidar com a reforma de uma varanda? Há infiltrações e fugas e o cliente não quer ver uma única gota de água nem uma mancha de humidade nessa zona? Cumprir o que nos pede é relativamente simples, mas e se dermos mais um passo e transformarmos esse espaço numa construção sustentável?

Uma reforma é uma oportunidade maravilhosa para conseguir que o prédio aumente a sua sustentabilidade. Além disso, a impermeabilização de varandas e superfícies com o material adequado representa um investimento em durabilidade e eficiência. E, como já sabemos por artigos anteriores, quanto menos resíduos gerarmos, mais agradecido ficará o meio ambiente.

Apostar na construção sustentável em reformas

Sabia que a probabilidade média de ocorrer uma fuga ou humidade em casa é de 8 em 8 anos? É a principal causa de danos em casas. Mas os efeitos causados ​​por uma má impermeabilização vão além das fugas: infiltrações, humidade, fungos… E pode até ser responsável ​por problemas respiratórios.

O pior que pode acontecer é o derrubamento do teto ou de parte da estrutura devido ao rápido desgaste causado pela humidade. Isto representa um gasto extra em materiais para a reconstrução do espaço. Portanto, se apostarmos na construção sustentável em reformas, é importante utilizar produtos que garantam a durabilidade da varanda e favoreçam o meio ambiente.

Uma construção sustentável em reformas com Aqua Protect

Impermeabilizar é, basicamente, proteger o nosso edifício contra os efeitos da água. O conceito é muito simples, o mais complicado é, sem dúvida, realizar. Porque para desenvolver um sistema que impeça o fluxo de água do exterior para o interior da nossa estrutura, é necessário ter os materiais adequados.

E na hora de escolher os materiais mais adequados, por que não escolher também os mais sustentáveis? Uma impermeabilização eficiente da varanda não é incompatível com o respeito pelo meio ambiente. É isto que a gama Aqua Protect da Quilosa oferece. É um sistema de produtos impermeabilizantes para a reparação e proteção de superfícies expostas à água, aos raios UV e aos agentes climáticos.

Mas vamos passo a passo. A primeira coisa é reconhecer que tipo de problema tem a estrutura que vamos reformar para podermos resolver com o produto certo. Imaginemos que temos de impermeabilizar um terraço por onde passam muitas pessoas passam diariamente. Precisamos de um produto resistente e flexível que cumpra a sua função e nos ofereça garantia de durabilidade.  As membranas impermeabilizantes são uma boa opção nestes casos. Um dos modelos mais eficazes é o P4 Transitable, um produto recomendado especificamente para a impermeabilização de telhados e terraços com grande circulação de pessoas e aplicável a qualquer um dos materiais de construção mais comuns (betão, suportes cerâmicos, fibrocimento, etc.).

Mas, e se o problema que queremos resolver com a reforma forem algumas fissuras pelas quais passam infiltrações e humidade? O silicone MS líquido pode ser a solução neste caso. É comparável ao anterior em resistência à água estagnada, além de fornecer alta resistência aos raios UV. E, o mais importante neste caso, tem uma excelente facilidade de aplicação e capacidade de preencher qualquer espaço vazio.

Além disso, pode ser usado como adesivo para impermeabilizar o pavimento cerâmico sobre betão. Portanto, com o mesmo produto, conseguimos ladrilhar, evitando a compra de um produto adesivo.

Para o nosso principal inimigo, temos um produto específico: o reparador anti-fugas. Uma membrana resistente à água estagnada aplicável a todo o tipo de superfícies e que foi especialmente concebida para a reconstrução e reparação de fugas, varandas ou canalizações.

A importância dos materiais é crucial para enfrentar qualquer reforma. Escolher a opção mais eficaz e duradoura mostra-nos, ao longo do tempo, que escolhemos a opção certa, tanto para nós como para o meio ambiente.

Notícias relacionadas